Pages Menu
Categories Menu

Atenção: todos os textos deste blog são de autoria de Cintia Amorim, estando devidamente registrados. É proibida a reprodução para fins comerciais sem a autorização escrita da autora. As violações serão tratadas por vias judiciais.

Os 4 elementos – poema sobre educação ambiental infantil

Os 4 elementos – poema sobre educação ambiental infantil

1 Flares 1 Flares ×

Neste artigo você verá 5 poeminhas para Educação Ambiental Infantil, baseadas nos 4 elementos da natureza: terra, água, fogo e ar. Um ótimo material para ser trabalhado na educação infantil. Aproveite!

 

 Os 4 Elementos

 

Gota da chuva, vem me molhar,

de quantas gotas é feito o mar?

<

 

Água doce da cachoeira,

da lagoa, do rio profundo.

lar do peixe e da sereia,

a água azul colore o mundo.

 

Terra vermelha, terra batida,

terra fértil, terra longínqua.

 

Terra tem pra todo lugar,

pra gente viver,

pra  gente plantar.

 

O fogo é o nosso amigo,

faz assado, faz cozido.

 

O fogo esquenta e destrói,

o fogo cria e derrete,

o fogo assusta e diverte.

 

E o ar puro, que delícia!

Bom para a gente respirar.

O ar deixa o céu azul,

como a água faz com o mar.

 

———————–

O FOGO

 

Corre, corre tamanduá,

corre pro fogo não te alcançar.

 

A mata está em pura chama,

o verde é vermelho vivo,

a fumaça é cinzenta,

e com tristeza canta o grilo:

 

– O meu lar está em chamas,

minha mata se queimou.

 

Chora a triste ariranha:

– Deus do céu, mas que horror!

 

A passarada em disparada,

os bichos fogem em alarido,

a mata está em pura chama,

O verde é vermelho vivo!

 

– O meu lar está queimando!

Com tristeza chora o grilo.

 

————————————-

 A ÁGUA

 

Banho de cachoeira,

água gelada pra gente tomar.

Corri, brinquei, suei a bicas…

Água morna pra limpar.

 

Banho de mar, água salgada,

Que sede que dá!

Vou fazer limonada

para refrescar.

Água adoçada é bom pra acalmar.

 

Plantei feijão, plantei tomate,

um almeirão e muito alface.

Vou regar a minha horta,

vou pegar muita minhoca,

vou pescar, vou pro rio,

vou nadar…

Que energia!

A água limpa move a vida.

 

————————————

 A TERRA

 

Estrada de terra poeirenta

quando chove vira lama,

mamãe que é muito asseada,

já me chama!

Já me chama!

 

A formiga é esperta

no solo constrói o seu lar,

e o cachorro enterra o osso

que acabou de ganhar.

 

Fiquei sabendo de um lugar

de terra suja e maltratada,

ninguém mais pode brincar

nem pode plantar mais nada.

E a terra que sorria

ficou triste e vazia.

 

—————————

O AR

 

Voa, voa passarinho,

voa em plena liberdade,

vai levado pelo vento

e pra trás deixa a saudade.

 

Atravessa a floresta

O ar é quente e cinzento

O homem é bicho esquisito

Tira o verde e põe cimento

 

Brisa do mar, vem abraçar

Abraça o lindo passarinho

Que navega pelo vento

À procura de um ninho

 

O ar puro da montanha

Lá no alto, protegida,

Longe, ainda, da ganância

Que destrói, polui a vida.

Proposta para educação ambiental infantil

Todos sabemos da importância de se discutir assuntos relacionados ao meio ambiente nas escolas. Quanto mais ensinarmos, menos sofreremos. E a ideia aqui do blog é ampliar o leque de opções dos professores, incluindo nas discussões a literatura.

Confira outros textos da seção de educação ambiental para crianças clicando aqui.

E aí gostou deste poema? Ele é muito bom para ser lido para crianças em processo de alfabetização. E ótimo para discutir temas relacionados à educação sobre preservaçãoeducação ambiental infantil.

Agora, por favor, compartilhe-o, clicando nos ícones das redes sociais abaixo ou à esquerda.

 

um grande abraço,

Cintia Amorim.

imagem: freepik.com

Você vai gostar também:

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Flares Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 1 1 Flares ×