Pages Menu
Categories Menu

Atenção: todos os textos deste blog são de autoria de Cintia Amorim, estando devidamente registrados. É proibida a reprodução para fins comerciais sem a autorização escrita da autora. As violações serão tratadas por vias judiciais.

A FLOR ENCANTADA – história sobre as quatro estações

A FLOR ENCANTADA – história sobre as quatro estações

0 Flares 0 Flares ×

Esta é uma bela historia infantil sobre as 4 estações.

É primavera, tempo de nascer flores e frutos. Ressucita o verde em tom forte e feliz. No jardim encantado nasceu uma flor grande e bonita, cheia de vida.

Todos que passam por esse jardim ficam encantados e dizem assim:

– Ah! Que flor mais bela nasceu no jardim. É tão bonita que, se eu pudesse, a levaria para mim.

<

E casais enamorados se assentam ao redor da flor, aproveitando o seu perfume, admirando sua cor. E cantam uma canção em homenagem à primavera:

Estação mais linda não há

de verde e flores, pássaros a cantar.

Como a primavera não tem igual,

o ar é sereno, o clima ameno,

tudo passa lindo e lento.

E a flor encantada houve a canção em homenagem a bela estação. Ah! Como ela se sente importante, admirada, forte e feliz.

– Sim, eu poderia viver nesse jardim para sempre. Sendo amada e apreciada. Eu adoro a primavera – suspirava a flor.

Mas um dia ela percebeu algumas coisas diferentes. Seu sensível organismo de planta percebeu que era tempo de mudança.

– Vem chegando o verão – anunciou um beija-flor antes de dar uma beijoca em sua amiga.

A flor sempre ficava sem graça com as visitas do passarinho. Mas ela gostava muito do seu carinho. E entre uma visita e outra foi se preparando para a estação que chegava.

O verão

E chegou. E trouxe consigo chuva abundante, calor escaldante, alegria contagiante. No jardim encantado comemorava, alegremente, a linda flor.

Ela gostou do verão, gostou do clima da estação. Aquele clima de férias no ar, de aproveitar a vida, de sair para viajar. As pessoas usando roupas coloridas, com muitos decotes.

Sim, era isso que o verão representava: vida, alegria, paquera no ar. Os casais apaixonados indo à praça namorar. Pois todos queriam estar perto da flor, sentir seu cheiro, admirar sua beleza, ficar encantados com a mãe natureza. Pois foi com muito carinho que criou coisa tão bela: uma flor exuberante e, ao mesmo tempo, singela.

Ah! Mas infelizmente o verão é passageiro. Um dia acaba, não dura o ano inteiro. Daí é a vez de outra estação assumir seu lugar. Pode vir outono, pode chegar.

O outono

O outono chega com seu ar frio derrubando as folhas. No jardim encantado tudo está amarelado. Até a linda flor ficou sem graça, sua presença ficou apagada, sua exuberância murchou. Pobre da linda flor, o outono acabou com sua cor.

A vida é mesmo assim, tudo passa como uma estação. Tempos vêem, tempos se vão. E a linda flor, que antes era encantada, ficou comum, ficou amarelada.

E, por mais que tentasse mostrar disposição, a flor encantada rendeu-se à estação.

Ela ficou tão triste que compôs uma canção:

O outono chegou, já não posso resistir,

está chegando minha hora, também tenho de partir.

Estou fraca e amarela, perdi minha magia,

e o inverno ainda nem veio,

com sua noite longa e fria.

O inverno

– Pois, acabei de chegar. Eu sou o inverno, e vim tomar meu lugar. Vim trazer a geada, o céu nublado e cinzento. Gosto do vento frio, não gosto muito de cor. Por isso já vou avisando: perdoe-me dona flor, não é nada pessoal, mas você não tem espaço aqui no meu quintal.

Com o inverno a flor acabou de murchar, tão seca e feia, ninguém a vinha admirar. A flor que antes exibia tanta beleza, agora estava apagada, como todo o jardim. Ela ficou tão triste que começou a chorar. O beija-flor a ouviu e veio conversar:

– Não fique triste linda flor, não perca sua alegria. Lembre-se de que tudo passa nesta vida. O inverno vai embora. A primavera retornará. E então sua beleza também vai voltar.

Porém, a flor estava sem esperanças:

– E como você sabe, meu amigo, que o inverno passará? E, até que vá embora, será que irei aguentar? Sinto-me tão fraca, tão sem graça e sem cor. Estou desanimada, perdi meu ardor.

O pássaro riu do pessimismo da flor. E com muita emoção, cantou para ela uma canção:

Não seja boba, dona flor,

nunca perca o seu calor.

O inverno é frio e cinzento,

mas o importante é o que você  tem por dentro.

Se no seu coração mora a alegria,

sua beleza  ainda retornará.

O inverno passa, e com ele a tristeza.

A primavera chegará trazendo cor e riqueza.

A flor ouviu com atenção o beija-flor entoar a canção. E, no fundo do seu coração, decidiu esperar pela nova estação.

Eis que retorna a primavera

E ela chegou, trazendo alegria, trazendo vida, cor e magia.

– Adeus inverno, deixe agora o seu lugar, permita que a outra estação venha me esquentar. – despediu-se a flor.

E veio…

É primavera, tempo de nascer flores e frutos. Ressucita o verde em tom forte e feliz. No jardim encantado renasce uma linda flor, também encantada e cheia de cor, que, com muita alegria, não pára de cantar:

– A primavera chegou, valeu a pena esperar.

FIM

 

 Se você gostou desta historinha infantil, por favor, compartilhe-a. Permita que mais pessoas tenham acesso a ela.

um grande abraço,

Cintia Amorim.

 




Você vai gostar também:

4 Comments

    • Oi Valdirene, quando eu fiz pensei em ritmos mais lentos, acho que combinam mais com a história, algo mais melódico… talvez eu comece a gravar algumas histórias, mas, enquanto isso… use sua imaginação (até porque eu canto mal pra caramba). Grande abraço!

      • Oi Cintia Obrigada.Eu tambem canto muito mal.Vou fazer spresentacao desta história dia 3/10/2016 e não faço a mínima idea de como cantar.Obrigada

        • Que legal Valdirene, manda o vídeo para nóis (rssss). Sucesso aí!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Importância da ludicidade na educação infantil - […] escritos especialmente para as crianças hospitalizadas. Histórias que aludem a situações de doenças, morte, esperança, recuperação. Textos infantis que…
  2. Conceitos de neurociência para a educação infantil - […] também proporcionam às crianças experimentar sentimentos diversos. Por isso, leia histórias com temáticas diferentes, que a ajudem a lidar…

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×