Pages Menu
Categories Menu

Atenção: todos os textos deste blog são de autoria de Cintia Amorim, estando devidamente registrados. É proibida a reprodução para fins comerciais sem a autorização escrita da autora. As violações serão tratadas por vias judiciais.

BRUXA INFELIZ E FADA ALEGRIA – historia de bruxa para educação infantil

BRUXA INFELIZ E FADA ALEGRIA – historia de bruxa para educação infantil

0 Flares 0 Flares ×

Esta é uma bela historia de bruxa para educação infantil, mas também é uma bela história com moral, que nos faz refletir sobre amizade, solidariedade e, principalmente, sobre as virtudes e a importância de manter-se inabalável em suas convicções.

Leia, ensine e espalhe:

******************

<

Era uma vez uma bruxa que vivia infeliz. Ela queria, na verdade, ser a única criatura feliz do planeta Terra. Então, sempre que via outra pessoa realizando seus sonhos, seu coração se enchia de raiva e inveja.

E essa bruxa ficava pensando em mil maneiras de acabar com aquela felicidade. Inventava fofocas, debochava de todas as conquistas dos outros, porque, na cabeça da bruxa, só ela merecia ser realmente feliz.

Eu sou muito inteligente, sou muito esforçada e trabalhadora. Eu mereço toda a alegria do planeta Terra – costumava repetir.

Bruxa Infeliz andava sempre com uma nuvenzinha negra historia infantil de bruxaem cima da cabeça. Nela, guardava todos seus sentimentos de inveja, orgulho e vaidade.

E ela costumava soprar essa nuvem na cabeça de todas as pessoas que via sorrir, porque assim, ela sabia que a alegria daquela pessoa logo se desfaria em um mar de pensamentos negativos.

Bruxa Infeliz tinha especial inveja pela Fada Alegria.

Alegria era pura felicidade. Também muito esforçada e trabalhadeira, Alegria gostava de oferecer o que tinha de melhor aos outros.

E assim, não somente ela sentia-se imensamente feliz, como dava felicidade a todos os que estavam à sua volta.

Alegria estava sempre cercada de sentimentos bons, e em sua cabeça brilhava um radiante arco-íris.

Certa vez, uma jovem senhora veio contar à Alegria da felicidade em que estava, pois seu marido, que vivia desempregado, finalmente conseguira um excelente  emprego.

Uau, que maravilha! – exclamou Fada Alegria – Eu disse a você que pedisse a seu marido para conversar com o rei! Eu sabia que no palácio estavam precisando de um jardineiro.

Já Bruxa Infeliz, que ouvia de perto a conversa, foi logo retrucando:

Tomara que seu marido fique nesse emprego, né! Ele nunca tem sorte com nada! É bem capaz de acabar com as roseiras reais! – disse e soprou de sua nuvenzinha na cabeça da jovem, que ficou meio temerosa:

Será mesmo? Eu nem tinha pensado nisso! Realmente Alfredo nunca trabalhou com roseiras tão bem cuidadas. Será que ele vai conseguir mantê-las belas?

historia infantil com bruxasÉ claro que sim! Pense positivo. Diga a seu marido que aprenda cada vez mais sobre o ofício da jardinagem. Não fique temerosa – foi logo retrucando Fada Alegria,
abanando aquela nuvem cinzenta da cabeça da moça.

A jovem senhora saiu otimista. Estava novamente alegre, e agora iria falar com o marido para se preparar cada vez melhor para o novo emprego!

Bruxa Infeliz olhou Fada Alegria com ar de desprezo, e foi logo dizendo:

Você, Fada, é mesmo uma boba! Fica iludindo esses pobres coitados com essa alegria tola! Não vê que o marido dessa moça é um preguiçoso? Eu aposto que o emprego dele não dura uma semana sequer!

Fada Alegria nem gastou tempo em responder. Foi logo tomando o caminho de casa, com um belo sorriso nos lábios.

Bruxa Infeliz fez um bico e também voltou para sua casa. Era até arrumadinha, porém, o clima de tristeza e solidão dava à construção um ar de abandonada.

Infeliz gostava de passar horas e horas ali dentro, lia centenas de livros. Isso porque adorava menosprezar as pessoas com menos estudo do que ela. Gostava de exibir o “conhecimento adquirido” nas leituras.

A verdade é que Bruxa Infeliz ia se tornando cada dia mais sozinha. Muitas pessoas já evitavam ficar perto dela, pois sabiam que teriam de ouvir um bocado de piadinhas e desaforos.

Já com Fada Alegria acontecia exatamente o contrário. As pessoas gostavam de procurá-la para conversar e pedir conselhos. Não lhe faltava boas companhias.

E Bruxa Infeliz, ao ver a felicidade da fada, ficava muito indignada. Pois ela sentia-se muito superior à Alegria. Simplesmente não conseguia entender como Alegria podia ter mais amigos e muitas coisas melhores do que ela.

E, sempre que podia, Infeliz simplesmente soprava toneladas de nuvens negras sobre a casa de Alegria, para ver se um grande temporal destruía toda aquela felicidade.

Até que um dia ela conseguiu:

PARA CONTINUAR A LEITURA DESTA HISTÓRIA, CLIQUE AQUI

***************

E aí, gostou desta historia de bruxa para educação infantil? Então que tal ser bondoso como a Fada Alegria, e espalhar este conteúdo pela internet? Compartilhe.

um grande abraço,

Cintia Amorim.

 

 

imagem: freepik.com

Artigo
Em
Classificação
51star1star1star1star1star

7 Comments

  1. Acabo de descobrir seu Blog e A D O R E I tudo nele, principalmente as histórias. Elas trazem mensagens lindas para nós levarmos até nossas crianças e refletirmos juntos. Parabéns, acabas de ganhar mais uma fã!!! Abração

    • Que legal Elaine, volte sempre. Se puder, ajude a espalhar essa mensagem pela net. Obrigada!

  2. souu ana luiza eu vo contar uma estoria e asim era uma ves duas, duas fadas uma rrosa e a outra amarelinha e elas não se conhesian, uma veez e so uma vez elas sairan em pusca de um tragão e não era so um era dois trragão feios de duas cabeças dise elas duas cabeça e molinha uma mão com açucar pe ae tands tan tan tan tands emtão eles moreran e viveran feiz

  3. oi vou terminar eles moreran e veio otro mas ela mataran mas sobrevivera e voran para casa e viveran felizes para senpre

    • Oi Ana Luiza, que bom que tudo terminou bem… rsss.

  4. Olá!
    Também estou adorando as estórias!
    Seria possível adquirir o livro impresso “Bruxa Infeliz e Fada Alegria”, da Cintia Amorim? Este tema está sendo abordado na escola e está estória está muuuito boa!
    Obrigada

    • Olá Patrícia, fico feliz que tenha gostado. Infelizmente não existe o livro impresso, pelo menos ainda não. Obrigada e volte sempre…

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×