Pages Menu
Categories Menu
Atenção: todos os textos deste blog são de autoria de Cintia Amorim, estando devidamente registrados. É proibida a reprodução para fins comerciais sem a autorização escrita da autora. As violações serão tratadas por vias judiciais. Conheça também O LIMÃO QUE NÃO VIROU SUCO. Livro oficial aqui do blog.
Bruxa Infeliz e a Fada Alegria – historia infantil de bruxa e fada

Bruxa Infeliz e a Fada Alegria – historia infantil de bruxa e fada

0 Flares 0 Flares ×

Esta é a segunda parte de Bruxa Infeliz e Fada Alegria, uma historia infantil de bruxa e fada. Para ler desde o começo, por favor, CLIQUE AQUI.

historia infantil sobre bruxa

Uma terrível tempestade

Um dia a magia funcionou. Sobre a casa de Alegria veio uma grande tempestade. Alegria viu-se envolvida com pessoas que não tinham uma conduta correta e, apesar de suas boas intenções, foi acusada de ter roubado tesouros do castelo real.

<

Ah! Eu sabia! Eu sabia que aquela Alegria não havia conseguido todas as coisas boas que tem na vida com honestidade e trabalho! Ela não passa de uma vigarista. Eu sim, sou honesta e trabalhadora, e consegui tudo que tenho apenas com o suor do meu rosto – comemorava Infeliz.

Porém, as pessoas que amavam Alegria sabiam que ela era incapaz de fazer qualquer maldade. Elas ficaram tristes ao ouvir tais notícias, e logo correram para acudir a amiga.

E, enquanto Bruxa Infeliz festejava a ideia de ver Alegria na prisão, a boa fada tentava viver sua vida da mesma forma de sempre.

Embora triste e envergonhada com toda aquela situação, não deixava de fazer o bem às pessoas e acreditar na Justiça.

– Pois minha consciência é limpa – repetia sempre.historinhas infantil bruxas

Certa vez vieram guardas na casa de Alegria. Iriam convocá-la para uma audiência com o severo rei.

Infeliz, que a tudo assistia da janela, saiu correndo para ver de perto aquela cena. Achou que fossem prender Alegria. Pensou que iriam levá-la algemada para o palácio.

Esperem, esperem só um minuto. Quero tirar uma foto. Sou jornalista policial – mentiu. Devemos registrar essa cena para toda a história.

Os guardas estranharam a felicidade de Infeliz. Nunca viram alguém tão animado com a prisão de uma pessoa.

Tiveram compaixão de Alegria. Viram toda tristeza nos olhos da fada. No fundo, não podiam acreditar que criatura tão doce fosse culpada de acusação tão séria!

Não se preocupe Alegria! – disseram. Com certeza o rei há de conversar com você e verá que não tem culpa nessas acusações. Estamos todos torcendo por sua felicidade!

Alegria deu um sorriso encantador. Animou-se com a bondade dos policiais. Ofereceu a eles bolo e cafezinho. E os homens da lei, encantados com tamanha gentileza, ficaram um bom tempo papeando com a fada.

Infeliz ficou morrendo de raiva. E, desde então, criou o hábito de sempre andar com um calendário na mão. Desde que soubera a data marcada para a audiência de Alegria, contava nos dedos cada minuto que antecedia a prisão da fada.

*****************

Está gostando desta historia infantil de bruxa e fada? Então leia até o final

Clique aqui para ler o desfecho da história da Bruxa Infeliz e da Fada Alegria

Se está gostando, compartilhe e ajude a espalhar uma boa mensagem pela internet.

 

um grande abraço,

Cintia Amorim.

imagens: freepik.com

Artigo
Em
Classificação
51star1star1star1star1star

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×