Pages Menu
Categories Menu
contação de histórias
OS PEIXINHOS FOFOQUEIROS – releitura do Patinho Feio

OS PEIXINHOS FOFOQUEIROS – releitura do Patinho Feio

0 Flares 0 Flares ×

Se você curte poema infantil grande, ou poemas grandes com rimas, vai adorar esta divertida releitura da história do Patinho Feio.  Ria e assimile, de forma leve, belos temas transversais.

*****************

Dois peixinhos na lagoa

Conversando sem parar

A fofoca rola solta

Enquanto os dois estão a nadar

 

De tudo dão notícia

E de todos também

Mas é do patinho feio

Que mais assunto eles têm:

 

-Dizem que o pobre do patinho

de tão feio que é

não arruma namorada

não pega nem chulé

 

 -Ouvi dizer que o coitado

tentou participar de um desfile

mas de tão feio que é

 não conseguiu nem o convite

 

-Ah! pois eu fiquei sabendo

que o bichinho é astuto

foi trabalhar num dedetizador

que é pra matar inseto de susto!

 

E assim todos os dias

Os peixinhos a nadar

O pobre do patinho

Não cansavam de malhar:

 

– Sabe a última notícia,

daquele patinho feioso?

Foi trabalhar num trem fantasma

Que, por sinal, deve ser pavoroso

 

E era essa a rotina

Naquela linda lagoa

Os peixinhos fofoqueiros

Iam vivendo numa boa!

 

E o pobre do patinho

Tão sem graça e vexado

Ia crescendo sozinho

Preferia ficar isolado

 

Ele ouvia as risadinhas

Os dedinhos apontados

De vez em quando escutava

Os maldosos comentários

 

E o tempo foi passando

E o patinho a crescer

Tão diferente dos irmãos

O que dele ia ser?

 

– Ouvi dizer que o patinho

além de feio, está pescoçudo,

só falta pra piorar

ficar careca e barrigudo!

 

Mas qual não foi a surpresa

Quando ele cresceu

E daquele feio patinho

Um lindo cisne apareceu

 

E em toda a lagoa

Não se achou bicho mais lindo

De porte fino e elegante

Um lindo pescoço comprido

 

E os peixinhos fofoqueiros

Já não tinham o que comentar

Pois quem gosta de fofoca

Não acha nada de bom pra falar

 

E aquele cisne elegante

Que chamava a atenção

Só fazia coisas boas

Tinha muita educação

 

E quando aparecia na lagoa

Um bichinho diferente

O cisne logo o ajudava

O tratava amavelmente

 

E porque ele aprendeu

A respeitar as diferenças

Tinha sempre bons amigos

E muitas bem-querenças

 

A ninguém discriminava

Pela cor, aparência ou religião

Era, além de muito bonito,

Um cisne de bom coração

 

E os peixinhos fofoqueiros

Sempre a tagarelar

Assim iam vivendo

Sem nada a ninguém acrescentar!

**********

 

E aí, gostou da releitura do Patinho Feio? Este é um poema infantil grande, mas divertido. Vale a pena ler e até encenar com os pequeninos.

Este é um dos muitos poemas grandes com rimas aqui do blog. Leia os outros nas indicações abaixo.

Se gostou, por favor, compartilhe-o. Permita que mais pessoas tenham acesso a ele.

Deixe também seus comentários, críticas, sugestões. Isso me ajuda a criar novos textos para o blog.

 

um grande abraço,

Cintia Amorim.

 

Pesquisas relacionadas ao tema:

quadrinhas infantil com rimas

poema com rima infantil

poesias com rimas para crianças

poesias engraçadas com rimas

poemas grandes com rimas

poemas engraçados com rimas

poemas com estrofes, versos e rimas

poesia infantil rimada

poesia engraçada


 

 

AVISO: TODOS OS POEMAS, ARTIGOS, HISTÓRIAS, ATIVIDADES, TRAVA LÍNGUAS, TEXTOS DESTE BLOG, SÃO DE AUTORIA DE CINTIA AMORIM. É EXPRESSAMENTE PROIBIDA A REPRODUÇÃO PARA FINS COMERCIAIS, SEM A DEVIDA AUTORIZAÇÃO ESCRITA DA AUTORA. TODOS O CONTEÚDO DESTE BLOG ESTÁ DEVIDAMENTE REGISTRADO NA BIBLIOTECA NACIONAL. ESTANDO O(S) VIOLADOR(ES) DESTA REGRA SUJEITO A PROCESSO PENAL.

Você vai gostar também:

Obrigada pela sua visita! Sua participação é importante para nós!

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×